Não existe tempo hábil para votar texto coeso de reforma política para 2018, diz Jovair

Em meio à falta de consenso sobre a votação das propostas de reforma política que atualmente tramitam no Congresso, o líder do PTB na Câmara dos Deputados, Jovair Arantes (GO), afirmou que votar os textos das emendas constitucionais agora seria como “fazer remendo vermelho em calça branca: não cai bem”.

Segundo Jovair, não existe tempo hábil para a votação de um texto coeso que seja válido para as eleições de 2018. A data limite para que as alterações sejam aplicadas no próximo ano é 7 de outubro. No entanto, as propostas de emendas à Constituição (PECs) precisam ser votadas em dois turnos na Câmara e no Senado, e alcançarem aprovação mínima de 3/5 de votos em cada Casa.

Para Jovair, a solução seria esperar que o prazo acabe para, então, iniciar novas discussões sobre a reforma política. A atual proposta, afirma o líder, “decreta a morte de partidos pequenos”. “Existem os caras que se suicidam no Japão. No Brasil, não”, completou.

As PECs que propõem mudanças no sistema eleitoral continuam na pauta do plenário da Câmara dos Deputados nesta quarta-feira (20).

(Com informações do Metropoles.com)
Foto – Jotaric

Deixar uma Resposta